A fabricante brasileira de equipamentos neonatais, para laboratórios e de biossegurança Fanem venceu uma concorrência internacional para fornecer aparelhos para o Al Galaa Military Hospital, no Cairo. O centro médico irá atender parentes de militares egípcios e deverá ser inaugurado ainda neste mês. De acordo com um comunicado divulgado nesta quarta-feira (10) pela empresa, cerca de 70 produtos serão embarcados para o Egito nos próximos dias.

 

Segundo a empresa, alguns dos produtos que o novo hospital comprou da Fanem são equipamentos para fototerapia da família Bilitron. Eles foram desenvolvidos no Brasil e estão no mercado desde 2004. São utilizados para tratar icterícia neonatal. Em vez de lâmpadas halógenas, diz a empresa, o aparelho utiliza luzes Super LED. Como resultado, o tempo de tratamento é 40% menor do que em equipamentos que utilizam lâmpadas convencionais.

 

Na nota, o diretor executivo da Fanem, Djalma Luiz Rodrigues, afirmou que atualmente há uma grande receptividade internacional pelos produtos da empresa. “Estamos comemorando este negócio sobretudo porque vencemos as principais concorrências, frente aos mais tradicionais fornecedores de equipamentos neonatais do mundo, o que confirma a qualidade a competitividade dos produtos da Fanem no mercado internacional”, afirmou.

 

A Fanem exporta para 90 países. Das 22 nações da Liga Árabe, seus produtos são vendidos para 18 delas. Em 2011, a empresa abriu um escritório na Jordânia com a meta de aumentar a participação dos países árabes no faturamento das exportações da empresa. A expectativa era que a região crescesse de 35% para 45%.

 

Entre seus principais clientes no mundo árabe estão Arábia Saudita, Marrocos e Iraque. Neste ano, a Fanem participou da Feira Internacional de Cartum, no Sudão, em janeiro, e passou a vender para o país. Todos os anos, a Fanem participa da feira Arab Health, que é realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.