Por meio da integração entre dispositivos e sistemas online, será possível gerar dados em tempo real e monitorar constantemente diversas áreas do hospital

São Paulo, xx de maio de 2018 - Hospitais são ambientes complexos e que armazenam grande quantidade de informações. Muitos desses dados são gerados pelos milhares de dispositivos médicos que operam no local, produzindo informações de alta complexidade e que devem ser administradas com cuidado e atenção. Pensando em gerar mais agilidade e eficácia na leitura desses dados e, consequentemente, no atendimento ao paciente, a Sensorweb – unidade de conectividade da Fanem - apresenta, durante a Hospitalar 2018, o conceito de Hospitais Conectados.

O projeto propõe um hospital totalmente integrado, indo ao encontro do conceito de Internet das Coisas (IoT – sigla em inglês), no qual dispositivos sem fio e sistemas online se conectam, permitindo que os profissionais responsáveis tenham acesso a diversas informações em tempo real. “Esse cenário proporciona um monitoramento preciso e constante de ambientes, insumos, materiais e usuários. Dessa forma, equipes de saúde podem tomar decisões baseadas em dados precisos e atualizados, levando os melhores resultados em menor tempo para os pacientes”, ressalta a equipe de desenvolvimento coordenada por Victor Rocha Pusch, CTO da Sensorweb.

Nos Estados Unidos, onde o hospital conectado vem se tornando realidade, já foi observado que, com a utilização da tecnologia de integração entre dispositivos e sistemas online, profissionais de saúde conseguiram reduzir o tempo de inserção de dados vitais para menos de um minuto por paciente, o que antes levava de sete a dez minutos. Essa redução deve-se a conectividade entre ambientes, dispositivos e pessoas envolvidas.

Para que o conceito de Hospitais Conectados concretize-se, oferecendo um atendimento de alta qualidade aos pacientes, é preciso que os dispositivos médicos, os sistemas online, a infraestrutura do hospital e, por fim, a cultura no ambiente hospitalar estejam atualizadas e em constante diálogo tecnológico. “Só assim será possível construir uma estratégia eficaz de conectividade de dispositivos corporativos, gerando mais segurança e agilidade no fornecimento de dados à equipe do hospital”, reforça Douglas Pesavento, CEO da Sensorweb.

 

Sobre a Sensorweb

A Sensorweb desenvolve soluções em Internet das Coisas com expertise em saúde. Sendo referência em Cadeia Fria no Brasil, entrega confiabilidade e eficiência nos dados, proporcionando qualidade de vida. Atualmente possui monitoramento contínuo e online para temperatura, umidade, energia, portas e muito mais. São mais de 3.000 pontos em unidades espalhadas pelo Brasil com clientes de diferentes portes nos setores da saúde, logística, alimento e pesquisa.

 

Informações para a imprensa:

EPR Comunicação Corporativa

# 11 3815-2910

www.epr.com.br

Samanta Coelho – [email protected]

Luísa Silva – [email protected]

Amanda Moura – [email protected]